WhatsApp
Voltar

RPA: saiba por que essa tecnologia é cada vez mais comum

O uso de robôs para automatizar tarefas digitais anteriormente realizadas por pessoas já é uma realidade bastante comum em muitas empresas. A automação de processos robóticos (RPA) – Robotic Process Automation – é fácil de ser inserida no contexto de negócios e simples de usar.

De acordo com Gartner, até 2021, 90% das médias e grandes empresas terão ao menos um processo apoiado por RPAs.

Entre as principais vantagens de se usar RPA estão: aumento da produtividade, maior precisão nas tarefas, economia, integração entre diversas plataformas, melhorias em relação a experiência do cliente, uso de AI de forma vantajosa e ganho de escala.


Como funciona a automação de processos robóticos?


O RPA é um robô em forma de software criado para executar tarefas que são determinadas por regras.

Ou, podemos dizer ainda, que o software pode incorporar tarefas cotidianamente repetitivas para melhorar a rotina das pessoas e automatizar processos totalmente mecânicos.

Esse tipo de automação de processos já vem de uma influência de muitos anos, como por exemplo, nas atividades da indústria para a produção em larga escala de milhares de itens.

Hoje essa mesma inteligência usada em máquinas industriais está dentro dos escritórios realizando atividades como: captura de documentos, processos de tarefas repetitivas no geral, envio e recebimento de e-mails, extração de dados de um determinado sistema.

Por meio do RPA os desenvolvedores de software criam “bots”, ou seja, robôs, que são capazes de: aprender continuamente, simular e executar tarefas do dia a dia dos escritórios e, tudo isso seguindo uma base de regras definidas por uma pessoa.

Os bots de software de automação de processos robóticos são uma força de trabalho digital capaz de interagir com qualquer sistema ou aplicativo, e podem se adaptar a qualquer interface ou fluxo de trabalho.



Escalabilidade para as empresas brasileiras


Um dos fatores que faz o RPA ser cada vez mais utilizado é o fator escalabilidade. Ou seja: há uma série de vantagens operacionais que tornam a rotina e os processos enxutos e mais eficientes. E isso permite que o RPA seja integrado cada vez mais à rotina do negócio.

O RPA Latam 2020, feito com 400 empresas de alto nível na América Latina reforça essa visão. De acordo com o estudo, o crescimento da automação nos processos, reduzindo tempo de execução das tarefas e evitando erros ao longo do trabalho, faz com que as empresas expandam continuamente a automação. Em 2020, na comparação com o ano anterior, o uso de RPA subiu de 36% para 44% dos negócios pesquisados no relatório.

Um dos fatores que só reforça a importância estratégica desse tipo de tecnologia é que ela complementa a atuação humana. Ou seja: um RPA não substitui a interação e a estratégia definida e estruturada pelos colaboradores humanos. Mas ele garante que as pessoas tenham mais tempo para se dedicar a essas atividades que exigem preparo e pensamento analítico, contribuindo para a redução dos processos operacionais. É, basicamente, um complemento essencial para as empresas: enquanto os robôs abrem e executam tarefas rotineiras, a equipe pode se concentrar no core do negócio, entregando soluções mais efetivas para cada momento da empresa.


Já imaginou como a sua rotina pode ser impactada positivamente por esse tipo de tecnologia? Que tal conversar com nossos especialistas para entender mais sobre este tipo de solução?

Últimos posts

Novidades Envolti

Por que investir em robotização é crucial para a competitividade do seu negócio

Uma das tecnologias cada vez mais presente nas empresas brasileiras quando o assunto é robotização é o RPA, Robotic Process Automation, que automatiza processos repetitivos e reduz o trabalho operacional das equipes. Um estudo recente sobre o uso desse tipo de automação mostrou que, se antes da pandemia a motivação era reduzir custos, agora, usar RPA é sinônimo de resiliência ou continuidade dos negócios.

Leia mais

4 problemas que a sustentação de software resolve na sua empresa

Um dos grandes gargalos que os gestores de tecnologia enfrentam é a volumetria de chamados diários. Com equipes enxutas, a maioria das empresas com infraestrutura própria de suporte não conseguem dar vazão a projetos estratégicos e se veem reféns de alguns problemas que tornam a rotina do suporte crítica e estressante. Mas muitos desses problemas podem ser resolvidos com a sustentação de software...

Leia mais

Como está o desempenho dos softwares da sua empresa?

Vivemos a era da digitalização, onde nos apoiamos em inovações para alavancar os negócios. O objetivo é otimizar tarefas, atuar com mais dados e inteligência, fazendo com que as empresas tenham um desempenho cada vez melhor, mais efetivo, ágil e competitivo.

Leia mais

Receba nossas Novidades

Não enviaremos SPAM para o seu e-mail